Dicas

10 dicas para uma viagem segura ao exterior

(Foto: Pxhere)(Foto: Pxhere)

Mesmo com o dólar alto, os brasileiros não param de viajar para o exterior. De acordo com o Ministério do Turismo, em torno de 4,5% da população embarcam para fora do País anualmente. Para que tudo corra bem, segurança e tranquilidade são fundamentais. Confira algumas dicas de especialistas da Europ Assistance Brasil.

1Estude as cidades que pretende visitar, mesmo que tenha contratado uma agência de viagens.

2Pegue dicas com pessoas que já visitaram o local sobre a cultura do país e hábitos da população, comidas típicas, passeios, segurança etc.

3Para maior segurança pessoal, devem-se tomar alguns cuidados extras, como ter uma cópia dos documentos separada dos originais e um valor de reserva em espécie, bem escondido, para eventualidades. É fundamental se informar sobre locais que devem ser evitados, especialmente à noite, ou em finais de semana. Às vezes um lugar muito movimentado durante os dias úteis pode se tornar um deserto nos finais de semana, colocando o turista em risco.

4Antes de viajar, veja como realizar chamadas a cobrar para o Brasil.

 

5Leve uma mala de mão com uma troca de roupa por precaução em caso de extravio de bagagem, mas fique atento à quantidade e ao peso das bagagens permitidos pela companhia aérea, com quantidades permitidas de líquidos, e outras restrições, para não ter surpresas na hora do embarque.

6Deixe na carteira anotações úteis para casos de emergência, como o local onde você está hospedado, informações sobre sua seguradora e alguma particularidade de saúde. Sempre tenha o telefone da seguradora marcado em mais de um lugar.

7Lembre-se que cada seguro tem exclusões específicas. É muito importante ler atentamente toda a documentação recebida, e entrar em contato com a seguradora para esclarecer dúvidas;

8Tenha consigo o endereço e o telefone da embaixada /consulado mais próximo.

 

9Se tiver alguma doença crônica, são necessários alguns cuidados especiais, como: levar a medicação de uso continuo  junto com uma receita no idioma local, justificando qual seria o medicamento e sua finalidade; verifique com seu médico se o país de destino utiliza os princípios ativos do medicamento, caso precise comprá-lo; e em caso de crise, ligue para a seguradora e  informe seu histórico, que uma  equipe responsável organizará o atendimento de acordo.

10Para os praticantes de esportes é fundamental verificar se o seguro contratado oferece as coberturas necessárias para a viagem: da mesma forma que alguns excluem essa cobertura, outros são feitos para atender exatamente a esse  tipo de atividade.

*Informações da Assessoria de Imprensa

Deixe sua mensagem