América do Norte

Cachoeira Montmorency é imperdível em Quebec

É fácil associar o Canadá aos lindos cenários de parques nacionais, trilhas, muito verde e grandes lagos. Indo um pouco mais afundo na memória, talvez você encontre também imagens de centros urbanos, com muita agitação e grandes construções. Agora, que tal pegar um pouco de cada e juntar em uma mesma viagem? Foi isso que fizemos durante a nossa passagem por Quebec.

Depois de conhecer o centro, resolvemos tirar um dia para dirigir por 10 km até um dos lugares mais incríveis da cidade. Pouco se fala, mas nós aconselhamos colocar em seu roteiro o Parc de la Chute-Montmorency.

Dentro do parque existem alguns caminhos que você poderá observar a cachoeira (Foto: Flymaniacs)
Dentro do parque existem alguns caminhos que você poderá observar a cachoeira (Foto: Flymaniacs)

Dentro desse parque, está uma cachoeira com 83 metros de altura, ou seja, 30 metros mais alta do que a Cachoeira de Niágara (localizada na divisa entre EUA e Canadá). A visita é gratuita, e, além de ver a linda cachoeira, você poderá passar o dia pelo parque que tem mesa de piquenique e muita área verde. Isso se você for no verão ou primavera.

Caso você vá no inverno, como a gente, terá a chance de ver a cachoeira congelada e o parque (e suas árvores) todo coberto de neve. Para quem não está acostumado com o gelo, esse cenário é ainda mais surpreendente. O frio fará você pensar duas vezes se realmente vela passar o dia por ali, mas nós garantimos que sim!

A cachoeira fica dentro de um parque que tem uma linda vista e áreas verdes – ou com neve, dependendo da época do ano (Foto: Flymaniacs)
A cachoeira fica dentro de um parque que tem uma linda vista e áreas verdes – ou com neve, dependendo da época do ano (Foto: Flymaniacs)

Ao entrar no parque (pela parte de cima), você já dá de cara com a cachoeira, mas caminhe em sua direção e para vê-la de diferentes ângulos. Durante o percurso, dá pra fazer pausas estratégicas e tirar umas boas fotos.

Quando chegar na cachoeira, você poderá atravessar uma ponte suspense que fica por cima da queda d’água. E é só quando você está ali em cima que dá pra ter noção da dimensão e da força d’água. Se você continuar caminhando por essa ponte, sairá do outro lado do parque.

Por ali, algumas mesas de pique-nique estão montadas esperando os dias quentes do verão. Se você seguir, terá ainda mais contato com a natureza, entre tantas árvores e verde, e chegará até uma grande (muito grande mesmo) escadaria que leva até a parte inferior do parque.

Ao lado da cachoeira tem uma escadaria que te leva até a parte inferior do parque (Foto: Flymaniacs)
Ao lado da cachoeira tem uma escadaria que te leva até a parte inferior do parque (Foto: Flymaniacs)

Descer pode parecer fácil, mas subir será complicado para quem não tiver preparo físico. Por isso, tem um bondinho (CAD $10,10 ida/12,08 ida e volta) que liga os dois patamares. No inverno, porém, estava fechado (escadaria e bondinho).

| Como chegar

Caso você tenha alugado um carro, é muito simples. Saindo do centro, em menos de 20 minutos você chega na entrada do parque. O estacionamento é pago. Também é possível chegar ao local de transporte público. O único que vai até o local e deixa na parte superior do parque é o ônibus número 800.

 

Saiba mais sobre o Chute-Montmorency.

Confira mais fotos da Parc de la Chute-Montmorency:

1 comentário

  1. Eu sou completamente louca pelo Canadá. Fui pra Banff em Alberta e me apaixonei loucamente pelo Canadá e tudo que ele representa. Infelizmente não conheci Quebec ainda, mas sou louca para conhecer. Eu lia uma série de livros maravilhosa na minha adolescência chamada Angélica. São 12 ou 13 livros de 400 páginas ou mais. Metade de se passa na França na época do rei sol, e a outra metade em Quebec na época da Colonização.
    Não tenha dúvida que este é um dos meus destinos favoritos no mundo, e espero que em Breve eu consiga realizar este sonho!

Deixe sua mensagem