DestaqueDestinosEuropa

Tudo sobre o Monte Titlis, em Engelberg

@flymaniacs@flymaniacs

Na região de Lucerna, existem três montanhas incríveis para subir e ter aquela experiência única de estar no alto dos alpes suíços: Titlis, Rigi e Pilatus. Durante a nossa passagem por lá, visitamos as duas primeiras e foi surpreendente. O Monte Titlis é o mais famoso até mesmo por ser o mais alto, com 3.020 metros acima do nível do mar, e é comparado ao Jungfraujoch – Top of Europe, que também visitamos durante a nossa viagem pela Suíça.

Aliás, muitos aconselham você subir em apenas uma das montanhas (Titlis ou Jungfraujoch), pois as atrações lá no alto são parecidas. Realmente são, mas se você tiver tempo e disposição, sempre vale conhecer um lugar novo. O difícil vai ser escolher apenas um, já que os dois são muito legais. No Titlis, por exemplo, você vai encontrar neve o ano todo, andar pela ponte suspensa mais alta da Europa e poderá esquiar por uma pista perfeita.


MAIS SOBRE A SUÍÇA
O que você precisa saber antes de ir para a Suíça
Roteiro de 12 dias pela Suíça
Saiba o que fazer em Zermatt, na Suíça
Hotel Crystal: onde se hospedar nos alpes suíços
Conheça o Lac St-Leonard, o lago subterrâneo da Suíça
Como é conhecer Jungfraujoch, Top of Europe?
Banho de águas termais na Suíça


Infelizmente, não conseguimos aproveitar o Monte Titlis como gostaríamos por conta do tempo. Por ser tão alto, as condições climáticas interferem bastante. Tentamos subir um dia e a última estação estava fechada. Era possível subir até metade do trajeto. Como a gente tinha mais um dia na cidade, resolvemos esperar e arriscar ir depois.

As atrações são para adultos e crianças (Foto: Divulgação)
As atrações são para adultos e crianças (Foto: Divulgação)

No dia seguinte, tivemos mais sorte, foi possível subir e o tempo não estava tão fechado. Passaram-se 20 minutos, o vento voltou a ficar forte e tivemos que entrar no complexo que tem lá no alto. Por conta da velocidade das rajadas, mais de 80 km/h, a área externa fecha e você pode aproveitar a parte de dentro que tem lojas, restaurante e lounge para apreciar a vista.

| Como chegar

O Monte Titlis fica no vilarejo de Engelberg, a 40 minutos de Lucerna de trem ou 1 hora de carro. A cidadezinha por si só já merece uma visita. Aliás, recomendamos muito que você se hospede por lá quando for visitar o monte. Engelberg é bem pequena e fica entre várias montanhas. Muito lindo! Durante a nossa passagem pela região de Lucerna, ficamos três noites no Hotel Crystal e essa foi a melhor escolha que fizemos.

Ir ao Monte Titlis é praticamente cero que você vai ver neve (Foto: Flymaniacs)
Ir ao Monte Titlis é praticamente cero que você vai ver neve (Foto: Flymaniacs)

Voltando à maneira de chegar até o Monte Titlis: ao chegar na cidade de trem, a estação fica a 5 minutos caminhando até a base do Monte, de onde sai o bondinho lá para o alto.

De lá, é preciso pegar dois teleféricos. Desde 2015, eles mudaram o sistema de gôndolas, o que tornou o trajeto bem mais rápido. A nova gôndola, que chama Xpress, te leva em 30 minutos até a estação intermediária, Trubsee. Depois, você caminha até o próximo bondinho que gira 360 graus em seu próprio eixo e faz o último trecho até o topo do Titlis. O percurso leva 5 minutos.

| O que fazer

Como em muitas montanhas, a atração principal é a vista e a experiência de estar acima das nuvens. Mas o Titlis tem tantas atrações que você vai ficar ao menos 2 horas por lá. Isso se não resolver alugar esqui e enfrentar as pistas.

Há opções de caminhadas e trilhas, mountain bike e aluguel de trottibike que é como um patinete (nos meses de verão) e, como eu já havia falado, o local possui uma excelente infraestrutura com um edifício de 5 andares onde há restaurantes, loja de chocolates, loja de relógios e loja de souvenires além de um lounge para descanso.

Titlis Rotair

O Titlis Rotair é o primeiro teleférico giratório do mundo (Foto: Divulgação)
O Titlis Rotair é o primeiro teleférico giratório do mundo (Foto: Divulgação)

A atração já começa antes mesmo de chegar lá no alto. Como falamos, a subida tem dois níveis, e no segundo você vai pegar o primeiro teleférico giratório do mundo para, em 5 minutos de “viagem”, você ter uma vista surpreendente de rochas, fendas, vales e picos de montanha.

Titlis Cliff walk

Essa talvez seja um dos pontos mais desejados simplesmente por ser a ponte suspensa mais alta da Europa. Pois é, além do frio na barriga tradicional ao andar em uma ponte assim, você estará a apenas 3041 metros de altura. Ou seja, é preciso um pouco de coragem, pois além da altitude, ela também balança um pouco com o vento lá do alto. Infelizmente ela estava fechada quando subimos ao monte Titlis, justamente por conta dos fortes ventos.

Snow Park

Alugar boias de borracha para descer a montanha é uma das atrações do Monte Titlis (Foto: Divulgação)
Alugar boias de borracha para descer a montanha é uma das atrações do Monte Titlis (Foto: Divulgação)

Essa área é uma boa opção para quem quer aprender esquiar. O parque está localizado na estação intermediária do Titlis, próximo ao lago Trübsee – que para nós foi um dos pontos mais bonitos que vimos no monte. Aliás, para chegar ao lago, basta descer na estação intermediária e caminhar para o lado direito. Você vai se surpreender com a paisagem!

Voltando ao Snow Park, lá existe um programa chamado de “My first snow Xperience” em que o turista pode alugar equipamentos e ser acompanhado por um instrutor durante 1 hora. Essa é uma ótima forma de você se familiarizar com o esqui. Mas a atração não para por aí! Lá também é possível descer na pista de neve com uma boia de borracha.

Ice flyer

Outra atração que não pudemos conhecer foi o Ice Flyer, que é um teleférico que “sobrevoa” as geleiras e transporta até uma espécie de parque onde algumas atividades na neve são oferecidas, como deslizar em boias ou em trenós. Durante o inverno essa área é utilizada para esqui. Estava fechada por conta do mal tempo.

Pistas de esqui

O Monte Titlis tem 82 km de pistas para esquiar (Foto: Divulgação)
O Monte Titlis tem 82 km de pistas para esquiar (Foto: Divulgação)

O Monte Titlis é a verdadeira Disneylândia para quem ama esquiar. São 82 km de pistas sendo 12 km apenas de descida, a mais longa da região. E o melhor, é possível alugar acessórios esportivos, equipamentos e roupas na TITLIS Rent. 

Igloo Village

Agora, se você é daqueles que curte mais tranquilidade, nada com muita adrenalina como andar pela Cliff Walk ou esquiar, mas mesmo assim quer ter uma experiência diferente, lá no alto do Monte Titlis tem o Igloo Village, uma espécie de hotel em plena neve, com iglus perfeitos para manter o calor e o aconchego.

Glacier Cave

A Glacier Cave é uma das principais atrações (Foto: Flymaniacs)
A Glacier Cave é uma das principais atrações (Foto: Flymaniacs)

Como em outras montanhas da Suíça, tipo Zermatt e Jungfrau, lá no alto tem uma passagem de gelo que foi formada desde os tempos históricos. A temperatura fica em torno de -1.5˚C. A caverna tem 150 metros e está a 20 metros abaixo da superfície do glacial.

Restaurantes e lojas

Lá do alto, você poderá observar várias montanhas (Foto: Flymaniacs)
Lá do alto, você poderá observar várias montanhas (Foto: Flymaniacs)

Além de todas as atrações acima, você ainda tem um complexo pequeno com lojinhas, restaurantes e até área para descansar e apreciar a vista. Aliás, você pode sair desse complexo e ficar apenas caminhando pela neve, o que já é uma experiência bem bacana.

| Preços

O ingresso para subir e descer do Monte Titlis custa CHF 92. Quem tem o SwissPass garante desconto de 50% nesse valor. Porém, existem muitas atrações lá no alto e o valor pode alterar de acordo com a disponibilidade de cada uma delas. Confira mais informações no site.

| Dicas

  • Vá bem agasalhado. Mesmo que esteja calor lá embaixo, no alto é quase sempre venta muito e as temperaturas ficam próximas de 0ºC.
  • Vá com sapatos confortáveis e impermeáveis (se possível). Você com certeza vai querer caminhar na neve e não é legal ficar com os pés molhados nesse frio.
  • Leve água e lanches. Essa é uma dica que vale para todos os passeios da Suíça. Os valores nas montanhas são bem altos. Então ter algo para comer quando bater a fome, é fundamental!
  • Fique de olho nos horários do teleférico. Se você perder o último horário, terá que ficar hospedado lá no alto.
  • Falando em teleférico, tome cuidado com o seu ticket. Você vai precisar dele para descer. Aliás, ele pode ser utilizado apenas uma vez para subir e uma para descer.
  • Passe protetor solar. Caso você não pegue o tempo muito fechado, como nós, lembre-se que que esteja frio.

Veja mais fotos do Monte Titlis:

MONTE TITLIS

Site: https://www.titlis.ch/pt

Facebook: Engelberg Titlis 

Instagram: Engelberg.titlis

Endereço: Gerschnistrasse 12, 6390 Engelberg

Telefone: +41 (0) 41 639 50 50

E-mail: titlis@titlis.ch

Preço: CHF 92, mas ele pode variar de acordo com a atração desejada

*O Flymaniacs ficou sempre conectado com o chip da SimPremium, empresa americana que oferece o serviço de chip internacional para celular (voz, SMS e dados).

12 Comentários

  1. Que lugar maravilhosooooo Fabi! Fiquei boba com o tanto de coisas para se fazer em uma estação de esqui, com certeza eu ia querer me hospedar la em cima, mas já imagino os precinhos heheheh! Adorei a Glaciar Cave, vou até pesquisar mais sobre!
    Parabéns pelo post! bjus

    1. Obrigado, Paula!!! Que bom que curtiu o post. Dá vontade de morar lá no alto e nunca mais voltar. hehehehe. Mas sim, os precinhos são bem salgados e quase impossível morar lá. 😉

  2. Já sonho com a Suíça há anos e bastou a imagem de abertura do post para me convencer a conhecer esse lugar. À medida que fui lendo, passei a ter mais necessidade de conhecer. Impressionado demais com a caverna: que coisa mais linda. Adorei as dicas. Amei o post.

  3. Parece cenário de filme esse lugar! Não sabia que haviam tantas opções de passeio e diversão pra se fazer num local como esse. Parabéns por juntar tanta informação bacana nesse post!

  4. Suíça é um destino dos sonhos né, mas sempre li mesmo que é bem caro para nós, brasileiros. A dica de levar lanches é preciosa, eu acabo economizando bastante em viagens só com esta precaução. Para uma viagem destas eu acho que teria que comprar (e montar) a mala do zero para lidar com a neve, nem no Sul acho que temos algo parecido como este clima né? Achei tudo tão lindo!

  5. Uaaau, além de lindo parece muito divertido! Acabei indo apra Lucerna de passagem e nao consegui explorar os arredores. Mas anotei a dica para uma próxima vez! Espero que seja em breve! Hehehe

  6. Nossaaa encantada! Um sonho antigo comhecer a Suíça e vendo suas fotos e seu relato estou eufórica para colocar esse desejo logo em ação. Eu simplesmente amei as dicas e já salvei todas

Deixe sua mensagem