Uma boa notícia! Hoje (28/11), o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou que os gastos em moeda estrangeira nos cartões de crédito internacionais passarão a ter a cotação do dólar no dia em que a compra for realizada.

Atualmente, o mais comum é os bancos cobrarem o valor da moeda na data de fechamento da fatura. “Os bancos serão obrigados a dizer ao cliente, quando ele está viajando e faz uma compra, quanto ele gastou em reais naquele momento”, disse Ilan Goldfajn.

(Foto: PxHere)
(Foto: PxHere)

Em nota divulgada no site oficial, o BC disse que “a medida aumenta transparência e a comparabilidade na prestação do serviço, padronizando as informações sobre o histórico das taxas de conversão nas faturas e terão que ser divulgadas em formato de dados abertos, de forma que rankings de taxas possam ser estruturados e divulgado”.

Essa mudança levará um tempo para ser colocada em prática. Oficialmente, a medida só valerá a partir de 1 de março de 2020. Confira a nota oficial do Banco Central.

Deixe sua mensagem