Uma notícia não muito boa para os viajantes. Depois de começar a cobrar para despachar malas, a partir de hoje, a Latam também inicia a venda de passagens nacionais que não permitem mais a marcação de assentos gratuita, mesmo na hora do check-in.

Isso mesmo, agora os clientes terão que pagar R$ 15 para as passagens nacionais na tarifa Light, ou R$ 25 para os bilhetes adquiridos na tarifa Promo, ambas categorias mais baratas. Para as demais tarifas (Top e Plus), clientes LATAM Fidelidade das categorias Black Signature, Black e Platinum, não será cobrado o assento.

(Foto: Flickr/Christian Junker)
(Foto: Flickr/Christian Junker)

Caso o cliente escolha não pagar por esse serviço, a seleção será feita de forma automática pelo sistema, 48 horas antes do voo. Até o momento, essa foi uma posição apenas da Latam. A Gol e a Azul, companhias que adotaram cobrança de assento, permitem a escolha sem custo a partir do momento que é permitido realizar o check-in.

Mas as novidades não param por aí. Os clientes que comprarem bilhetes na tarifa Light terão que pagar R$ 75 para antecipar o voo na mesma data da viagem. Já a tarifa Promo não terá mais direito a antecipação de voo.

Deixe sua mensagem